09 de março de 2017

Evasão, captação e retenção serão debatidas no ENANGRAD 2017

Os processos de captação, evasão e retenção de alunos são preocupações relevantes no ambiente acadêmico e o ENANGRAD não pode ficar de fora desse debate. Por isso, a Comissão Organizadora do evento decidiu realizar uma atividade (em formato de painel ou oficina) para discutir os desafios que envolvem Governo, Reitores, Mantenedores, Diretores Acadêmicos, Coordenadores de Curso, Professores e Estudantes sobre o processo de captação, evasão e retenção nas universidades.


O objetivo da atividade é contribuir para um melhor entendimento da relação desse fenômeno com as metodologias de ensino e aprendizagem. Uma das preocupações da Comissão consiste em trabalhar para ampliar e aprofundar este debate e não reduzir e simplificar a reflexão.

Para isso, um grupo liderado pela Profa. Manolita Correia Lima, ex-editora da RAEP, realiza os primeiros passos de uma investigação que tem como objetivo mapear as razões que contribuem para a elevação da evasão na educação superior, particularmente no curso de graduação em Administração, considerando as dimensões macro (Governo), meso (IES) e micro (Estudantes) envolvidas com o fenômeno.

Os resultados parciais dessa iniciativa, que teve início em oficina realizada no ENANGRAD 2016, em Campinas, serão apresentados e debatidos no XXVIII ENANGRAD, em Brasília, nos dias 26, 27 e 28 de agosto de 2017.

A professora Manolita explica que o curso de graduação em Administração é o segundo mais desejado pelos ingressantes mas, na mesma proporção, apresenta elevadas taxas de evasão. “Portanto, seria pertinente a criação de um Grupo de Trabalho (GT) capaz de reunir pesquisadores interessados em construir uma agenda de pesquisa, elaborar projetos de investigação cujos resultados possam ser discutidos e, simultaneamente, fundamentar proposição de ações com potencial de influir sobre o fenômeno” concluiu a professora.

Para o professor Edson Kondo,Coordenador Geral do ENANGRAD 2017, “a dificuldade de captação exige provavelmente um novo entendimento do papel da gestão no contexto de um ambiente de negócios fortemente impactado por novos modelos de negócios, a ocupação de espaços maiores por empresas startups e métodos mais dinâmicos de desenvolvimento adaptativo da clientela com o produto ou serviço”.

 
Últimas
Notícias ANGRAD
Mais lidas
próximos eventos
data 30/09/2017
XII Encontro de Coordenadores de Cursos de Administração e VI Encontro Estadual da ANGRAD – Minas Gerais
Belo Horizonte / MG